António Carneiro Jacinto
Domingo, 1 de Abril de 2007
BOAS NOTICIAS

Falou-me no final desta semana o Eng. José Penedos, presidente da REN. Disse-me que tinha decidido suspender o actual, e contestado, traçado dos postes de alta tensão em Vale de Fuzeiros. Os técnicos da REN estão a fazer um estudo de digitalização cartográfica, sobre toda a área, para avaliarem as diversas alternativas.

Estive esta semana no local, em contacto com as populações e pude constatar as razões do seu descontentamento. Basta dar-vos um pequeno exemplo: um dos postes de alta tensão ficaria colocado a 10 metros de um menir.

Queria salientar, a este propósito, o trabalho extraordinário do David, cidadão inglês responsável com sua mulher pelo projecto Quatro Maravilhas. Por sua iniciativa, o IPAR deslocou-se ao local para analisar a situação dos menires.

Para evitar mal entendidos, e interpretações menos correctas, fica claro que a questão de Vale de Fuzeiros não está ainda resolvida, mas as coisas estão a correr no bom sentido.

Outra boa notícia: o orçamento da Câmara Municipal de Silves para 2007 foi aprovado pela Assembleia Municipal. Sem discutir, por ora, os méritos da proposta, fico satisfeito porque sempre disse e repito, ninguém ganhava com a ausência de orçamento. Nem os adeptos dos duodécimos nem os defensores da aplicação do orçamento de 2006, nem aqueles para quem este importante instrumento tem pouca importância. Só não percebo porque foi necessário esperar três meses para se viabilizar uma nova proposta que de nova não tem nada. Voltarei a este assunto.

Outra boa notícia: abriu o célebre parque de estacionamento. Não sei o que aconteceu para de um momento para o outro ter ficado em condições, mas para o caso pouco interessa – até ver – o importante é que tenha aberto.

Outra boa notícia: a Câmara Municipal de Silves assinou um acordo com o Secretariado de Reabilitação, no sentido de ter uma pessoa a fazer o levantamento e integração de pessoas com deficiência na sociedade. Já falei há tempos no problema dos deficientes – que me irá merecer a máxima atenção – e fiquei muito contente com este acordo. Infelizmente esta história tem uma parte completamente bizarra: o acordo foi assinado no Salão Nobre dos Paços do Concelho mas qualquer deficiente que quisesse assistir a este acto não o podia fazer.

Habituados a terem pouco mais do que más notícias, os silvenses têm cada vez mais direito à felicidade e bem estar. Já que abriu o parque de estacionamento não vejo qualquer razão para que as obras do passeio marginal junto ao rio não avancem rapidamente. Essa seria, sem dúvida, a notícia que qualquer silvense que se preze gostaria de ver concretizada.    



publicado por António Carneiro Jacinto às 23:21
link do post | comentar | favorito
|

17 comentários:
De Angazi a 2 de Abril de 2007 às 00:12
Hoje assisti e vi um protesto sobre o desassoreamento do Rio Arade , intitulado SOS ARADE , promovido pelo PSD e JSD de Silves. Em vez de se lamentarem e estarem a fazer oposição politica ao governo, estas estruturas politicas de responsabilidades efectivas no concelho deveriam era explicar o porque das obras da cidade estarem paradas e principalmente o porque do POLIS estar falido. Eu sou inteiramente a favor do desassoreamento do Rio Arade , aliás sou dos
únicos que ainda pratica desporto nas suas águas. O que não concordo e não admito é fazerem do Rio Arade como o único cavalo de batalha do PDS e JSD. Em vez de andarem de pá e balde a apanhar lodo e dizerem que estavam a desassorear o Rio Arade , deviam com os mesmos baldes, pás e tijolos ter arranjado a avenida que está uma vergonha há mais de ano e meio e chamado a isso SOS Avenida, ou mesmo arranjado o Castelo com um SOS Castelo ou o Centro Histórico, ou então um SOS Teatro por estar encerrado desde a sua inauguração. Enfim deviam era fazer um SOS SILVES, porque o que conseguiram em 10 anos de mandatos foi o que se está a ver. E como o que já fizeram não chega e as desculpas são sempre as mesmas, ora aqui está um sacudir de responsabilidades e um desviar de atenções à vergonhosa gestão e o melhor que conseguiram fazer em pleno domingo de 1 de Abril foi escavar lodo no Rio. Ou seja foram a minhoca, mas nem para isso servem porque as minhocas não se apanham assim. É pena que nem para isso servem os Dr's e Eng do PSD e JSD.
Se chegaram até aqui nem imagino onde possam chegar. e o pior é para onde nos arrastam.
Eu até já sabia que com tanta controvérsia e enredos na Câmara Municipal que andavam no "lodo", o que não sabia era que levavam mesmo à letra esta expressão. Consta mesmo que os baldes cheios de lodo que retiraram do rio será para enterrar mais alguns laranjinhas que se opõem a esta gestão lodosa.
Para além do Rio Arade que precisa mesmo de um desassoreamento e limpeza a sério é este PSD E JSD que não se sabem ver ao espelho. Que ridículo foi ver hoje na TVI esta triste realidade. Estamos entregues aos bichos.
Caro Carneiro Jacinto que cheguem depressa as autárquicas , porque por este andar o que vai encontrar na câmara será só o lodo laranja.
Já estou um pouco farto desta barrasquice saloia e provinciana de quem acha que com estas manifestações ainda convence alguém.
Caro Carneiro Jacinto chegue depressa por favor. O povo agradece.


De Zorra Berradeira a 2 de Abril de 2007 às 13:05
Subscrevo, palavra por palavra, o que o meu Amigo acabou de escrever e digo-lhe mais.
Tencionava pegar neste assunto para o comentar, como o fez de uma forma clara e minuciosa, limito-me a afirmar que o subscrevo na íntegra.
É lamentável que se dediquem a estes espectáculos de show-off para distrair as atenções.
Porque contra a indecência das obras da Avenida, da responsabilidade da Sociedade Silves Polis, cuja Câmara é a principal accionista, os Laranjinhas não protestam;
Contra o novo empréstimo contribuído pela Câmara para viabilizar o inviabilizado Polis, e que mais endivida o Município, os Laranjinhas não protestam;
Contra a falta de uma política concertada no domínio social ( educação, cultura, assistência, saúde ) os Laranjinhas não protestam;
Protestam contra o lodo do Rio...Que ridículo!
Mas a Presidente Isabel Soares sempre gostou andar atolada em lodos e cheias...Desde que a TVI esteja presente, no local e hora certos.
Por isso aqui deixo o meu veemente protesto por estes jogos dos circenses Laranjinhas.


De Anónimo a 2 de Abril de 2007 às 13:50
E o Rio ficou mais sujo.
laranjinha azeda


De Dr. Sebastião a 2 de Abril de 2007 às 16:39
Não houve ninguém que tivesse levado uma vassoura pa varrer aquela gentinha toda rio abaixo?


De Tonny a 2 de Abril de 2007 às 00:20
Para quando um documento com as suas ideias para Silves?


De Tonyy a 2 de Abril de 2007 às 18:21
Como não responde passo a explicar: Tony vem de Anthony com a modernice do Allgarve passei a Tonyy , vivo numa roulote no vosso concelho tenho agua, luz, adsl , fossa, estrada, e cães, trabalho em “real estate ” vendo terrenos para os meus compatriotas meterem roulotes nunca fui incomodado por ninguém, não pago impostos nem taxas e licenças nem pensar em pedi-las. Como podem vocês dizer mal da Sra. Presidente?????? Com a campanha do Allgarve isto vai ser um ver se te avias!!! SÓ ESPERO QUE O SEU PROGRAMA NÃO ME VENHA LIXAR!!!!!!!!!!


De Vizir a 2 de Abril de 2007 às 19:08
Escolheram bem o cenário para a manif . Mesmo em cima da porcaria que criaram (as obras inacabadas da beira rio). E ainda por cima acusam outros daquele descalabro engradado na avenida. Que descaramente . Por onde anda o PS de Silves? O PCP reagiu e bem.
Triste espectáculo. Não sou bruxo, aliás nem é preciso sê-lo para vaticinar o fim a que Silves está votada. É uma futura freguesia do concelho de Portimão.


De Fernando Pires a 3 de Abril de 2007 às 21:39
O que as pessoas querem é trabalho não são estacionamentos. O que faz falta é fixar empresas na cidade em vez de bloquear tudo o que são ideias boas como actualmente é feito pela actual presidência para depois tentar tirar proveito próprio dessas idéias esquecendo-se que para isso é necessária competência. Resumindo, bloqueia-se para aproveitar a ideia e depois não se chega a fazer nada porque a incompetência é colossal.


De SILVENSE ATENTO a 3 de Abril de 2007 às 22:20
Senhor Carneiro Jacinto

Quando iniciei as prosas publicadas no seu blogue, não fiz mais que divulgar publicamente alguns factos e procedimentos, que são do meu conhecimento e de muitas pessoas mais. Como cidadão exerci um direito e acima de tudo, cumpri uma obrigação, que a todos assiste, e que consiste no desmascaramento daqueles que, na última década, têm manipulado a opinião dos munícipes deste concelho, e cerceado até um dos principais direitos dos cidadãos (a liberdade de expressão).
Embora timidamente tenham já surgido alguns escritos neste bloque e não só, a denunciar situações caricatas e altamente lesivas p’ra todo o concelho, a maioria dos munícipes, que sabe tanto como eu o que se passa e como se tem passado, estão caladas, pelas mais diversas razões, entre elas o MEDO. Diria até, que agora, é muito pior que antes de Abril de 1974, pois nessa altura, sabia-se quem era o inimigo e hoje, ele está onde menos se espera e sob as mais variadas formas.
Não foi por Medo, mas por razões que têm a ver com a salvaguarda de terceiros, totalmente inocentes, e que poderiam ou poderão vir a ser prejudicados, que não me identifiquei, nem ao senhor, nem aos possíveis e mais que prováveis leitores deste espaço. Pelas mesmas razões, não divulguei AINDA factos que poriam os cabelos em pé, ao senhor, a todos os munícipes e às autoridades competentes. Pode ser que um dia o venha a fazer.
Senhor Carneiro Jacinto, sem me conhecer, publicou as prosas que tenho escrito. Se o fez unicamente por as achar plausíveis; porque antecipadamente se informou sobre o seu teor e as confirmaram; ou, simplesmente se as aproveitou porque lhe davam uma ajuda na sua campanha, não sei. Mas, sei uma coisa. A hombridade como trata um anónimo que se intitula de Atento, não é comum à maioria dos mortais e só revela o carácter do Homem certo que este concelho necessita.
Agradeço ter dado “o peito às balas por mim”, não porque tenha MEDO de enfrentar a ameaça que me foi feita, mas porque, “os agradecidos são aqueles que ainda têm algo a pedir” e eu, em nome de todos os silvenses de bem, peço que vá em frente, como até aqui, pois está no bom caminho.
Estou certo que todos os Silvenses …de bem ficarão eternamente gratos, pois “a gratidão é um fruto de grande cultura; não se encontra entre gente vulgar”.


De Anónimo a 3 de Abril de 2007 às 23:22
Reitero tdo o que acaba de ser dito, por ser verdade.
Muita sujeira ainda é desconhecida.
Tudo virá ao de cima. É só uma questão de tempo.
Laranjinha azeda
.


De Laranja-Azeda a 4 de Abril de 2007 às 17:12
Senhor anónimo que assina por laranjinha azeda , se não se importar poderá começar a assinar como limão apartir de hoje? para que não haja confusões


De Anónimo a 7 de Abril de 2007 às 09:43
Só por total desconhecimento da existência do seu link é que subscrevi "laranjinha Azeda".
Aqui fica o esclarecimento e as minhas desculpas.
Boa Páscoa.
Limão Algarvio


De Tonny a 4 de Abril de 2007 às 22:24
É assim a gente de Silves!!!


De euviumsapo a 7 de Abril de 2007 às 08:12
engraçado o povo e a sua politíca de comunidade, há algumas semanas mobilizou-se uma corrente enorme , o povo uniu esforços para desviar uma traçado de alta tensão em vale de fuzeiros, o povo saiu à rua reclamando os seus direitos, aqui fala-se da notícia que o traçado foi supenso e já ninguém se manifesta, interessantes estas formas de estar em comunidade.

Tu é efemero na vida ! até as VONTADES do povo !!


De Anónimo a 18 de Abril de 2007 às 06:39
Sr. Carneiro Jacinto estou indignada e sobretudo sinto-me prejudicada com a câmara Municipal de Silves na pessoa da sua presidente Sra. Isabel Soares. A cerca de 8 meses submeti um projecto para instalação de uma pastelaria. Anteriormente era uma loja. Fiz um contracto que o proprietário da loja e comecei a pagar logo a renda. passados 8 meses ainda não tenho o projecto aprovado para poder abrir a pastelaria. Segundo fui informada este tipo de processos poderá levar no máximo 3 meses segundo a lei em vigor. Pergunto a Sra. Isabel Soares. Será este apoio que diz que da ao comercio local. Será este tipo de conduta que promove o desenvolvimento do concelho ou desmotiva as pessoas a não investir ou ir para outros concelhos. cumprimentos. Alice


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

NOVO BLOGUE

COMPROMISSO DE HONRA

SOBRE AS FEIRAS MEDIEVAIS...

MAIS UMA HISTÓRIA INTERMI...

TRÊS REFLEXÕES EM TEMPO D...

SÃO MARCOS DA SERRA - UM ...

UMA ENORME TRISTEZA ...II

UMA ENORME TRISTEZA ...

DE COMO SE "PERDEM" MILHÕ...

O QUE É PRECISO PARA GANH...

arquivos

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

links
VISITANTES
Relógio
Fazer olhinhos
blogs SAPO