António Carneiro Jacinto
Sexta-feira, 27 de Abril de 2007
UMA ENTREVISTA INACREDITÁVEL E PARA MEDITAR

Leio a “pseudo entrevista” de Isabel Soares ao “Algarve Resident” seguindo, como sempre, uma oportuna chamada de atenção do vereador Manuel Ramos, e nem acredito no que vejo. Desta vez, …a senhora excedeu-se na desonestidade intelectual, na mentira e na hipocrisia. Fê-lo com a descontracção e desfaçatez a que nos habituou. Mas desta vez passou as marcas e deixou bem clara a sua comprovada falta de carácter.

Vamos aos factos: desde logo a “pseudo entrevista” de caroline@portugalresident.com é, antes de tudo, um panegírico à senhora. São tantos os adjectivos que nem o jornalista do regime seria capaz de fazer melhor.

Comecemos pelas redes de alta tensão de Vale Fuzeiros. Diz Isabel Soares:

1.     “Só recebemos a informação há pouco tempo”; “o Ministro da Energia (que não existe!) e a REN não actuaram correctamente”; “ainda não recebi informação sobre os exactos locais da colocação das Torres”. Mente, mente e mente.

a)     A DGGE enviou o projecto da REN à Câmara, para apreciação, em Abril de 2006, faz agora um ano;

b)    Em Junho, o Chefe da Divisão de Urbanismo pediu pareceres à Sala de Desenho (cartas de ordenamento e condicionantes) e ao Serviço de Informações Geofísicas (eventual sobreposição ou proximidade com construções).

c)      Segundo o Correio da Manhã, “os pareceres não constam no processo e a Câmara nunca respondeu à Direcção Geral”.

Mas há mais:

d)    A Direcção Geral de Geologia e Energia solicitou, pelo ofício 015205, de 29 de Dezembro, à Câmara de Silves, a afixação do édito e a sua divulgação “num jornal de grande circulação”. Anúncio não houve. Os éditos foram afixados, na semana de 8 de Abril, nas Juntas de Freguesia de Messines e Silves, com base num ofício camarário (nº.7750) com data de 4 de Abril,

A vereação permanente e não permanente que me desminta: nada disto foi levado ao conhecimento do Executivo, nem foi inscrita a sua discussão, até à data de ontem.
Há mais: pergunte-se aos habitantes de Vale Fuzeiros, designadamente os estrangeiros, e entre eles aos responsáveis pelo magnífico projecto “Quatro Maravilhas”, quantas vezes é que a senhora os ouviu, se deslocou ao local, ou manifestou publicamente a sua preocupação. Zero.

Como sabem todos aqueles que frequentam, regularmente, este blogue, tomei a iniciativa de entrar em contacto com o Presidente da REN, depois de ter visitado o local e concordado que o traçado não era o mais correcto. Fi-lo por minha exclusiva iniciativa, por um dever de cidadania e com o único intuito de ajudar o Concelho. Percebo agora que fiz mal em divulgar a minha diligência. Para que não me acusem de presunçoso escuso-me a explicar as razões do meu arrependimento. Mas não resisto a deixar-vos com mais uma achega: a reunião de ontem, de técnicos da REN com o Executivo e a Assembleia Municipal, foi por mim sugerida ao Eng.º José Penedos.

Agora na “pseudo entrevista” a senhora ameaça com o embargo da obra e outras diatribes.

Em resumo, e em matéria de Vale Fuzeiros, a senhora demonstra uma enorme desonestidade intelectual e mente de uma forma quase arrepiante.

Esta “pseudo entrevista” revela-nos ainda o pior do seu carácter. Sobre o processo Viga D’Ouro e a suspensão de Carlos Sequeira e Vítor Rocha diz: “foi muito desagradável e difícil para mim, que sempre confiei no meu staff; até agora (Carlos Sequeira e Vítor Rocha) ainda não regressaram ao trabalho e não sei se terão o descaramento para voltar a aparecer por aqui”. É preciso topete. Mas a justiça há-de fazer-se e não tenho a menor dúvida que Carlos Sequeira ganhará, facilmente, o seu recurso.

Conclusão: se ainda tivesse dúvidas desvaneci-as, agora, completamente.

Esta senhora é capaz de tudo e recorrerá à mentira e à desonestidade intelectual para continuar no poder. Cabe a todos vós e a todos os silvenses decidir se querem continuar a ser representados por esta senhora sem carácter.

 

P.S. Recomendo vivamente a leitura, na íntegra, da “pseudo entrevista” para ficarem a saber o que a senhora diz, dela própria, do Centro de Saúde, do desassoreamento do rio Arade, do parque temático e dos seus projectos para o futuro.

   



publicado por António Carneiro Jacinto às 22:59
link do post | comentar | favorito
|

66 comentários:
De CJAP a 28 de Abril de 2007 às 03:11
Caro Carneiro Jacinto

Esta entrevista é de facto lamentável.
Quanto à questão que lhe coloquei no post anterior sobre o Orçamento Participativo, gostava de saber qual a sua opinião. Obrigado.
CJAP


De António Carneiro Jacinto a 28 de Abril de 2007 às 08:28
Já tive oportunidade de explicar que´os meus orçamentos serão o mais participados possivel ouvindo todos: partidos, juntas, colectividades e cidadãos em geral.


De Joaquim Santos a 28 de Abril de 2007 às 03:19
Exº senhor Carneiro Jacinto
Após as sua conversas com o Srº Penedos, gostava de saber apenas uma coisa, afinal a linha de alta tensão vai passar pelo traçado Norte ou Sul.
Joaquim Santos


De António Carneiro Jacinto a 28 de Abril de 2007 às 08:31
Não queira que eu me substitua a quem tem a oibrigação de resolver o problema.Vamos ver como tudo termina.


De “El que miente no lo hace para engañar a a 28 de Abril de 2007 às 09:41
Já que estamos numa de internacionalizar Silves aproveito e cito Nabila “El que miente no lo hace para engañar a los demás,sino para engañarse a sí mismo.

Li a entrevista da Senhora Presidente da CMS no Algarve Resident. Fico estupefacta, indignada, com aquilo que li (será que eu percebo inglês?)
Que a Presidente da Câmara de Silves tenha uma leitura deturpada da realidade não me admira! É comum … o poder dá uma espécie de esquizofrenia! Se houvesse algum sinal exterior de mentira (como no Pinóquio) aquele narizinho glamouroso era mais compridinho do que a rede de rega dos JARDINS (Ah!Ah! Ah!) da CMS espalhados pelo (rotundas incluidas) concelho de Silves. À
Srª Isabel Soares – neta, filha, esposa, mãe, avó, a professora, a educadora – nunca lhe disseram que era feio mentir? Belo exemplo! Nunca … Nunca leu o Pinóquio.
Estamos a falar da responsável máxima do Município de Silves, única mulher Presidente de Câmara do Algarve, percurso solitário porque é marcadamente masculino . ~
Se calhar o que me incomoda +e ela ser mulher e ter um comportamento indiferenciado . Quem mente desta maneira como é que pode conduzir os destinos desta terra? Claro que conduz … Mentira aqui, mentira ali … Tanta vez se diz a mentira que qualquer dia parece verdade. É por estas e por outras que é este o estado deste concelho.
A estratégia de manutenção do poder é vergonhosa. Mas como a Justiça é lenta (sim contunamos à espera dos resultados das investigações) e não chega a todos … ainda teremos oportunidade de vê-la candidatar-se outra vez…
Diz a autarca que não sabe se os funcionários suspensos terão cara para se apresentar ao trabalho… Bem, se a senhora tem cara para fazer estas porcarias todas e anda por todo o lado, porque é que eles não terão cara para voltar ao trabalho?(É só seguir o exemplo!) O seu (deles) único erro foi confiarem na senhora, acreditarem que o “glamour” também era de princípios … Mas diz o ditado “Não peças a quem pediu … nem sirvas a quem serviu ….”

Numa tentativa de sintetizar:

Vejamos se entendi:
* o senhor denunciou neste blogue a questão do traçado da rede
* o senhor referiu contactos que manteve com residentes (ingleses) em Vale Fuzeiros
* ficou a saber-se que havia um projecto aprovado pela CMS e pela REN que nem sequer passou por qualquer sessão de câmara.
* não foi feita a discussão pública do traçado (pois se não houve informação ao executivo permanente),
* com a sua atitude foi possível alterar o estado de coisas (veremos se o traçado!)

Com estes pressupostos a conclusão óbvia é:
1.Mentiu com habilidade,
fez quantas mentiras quis,
Quando falar a verdade,
ninguém crê no que ela diz.
(António Aleixo – Adaptado)

2.A Presidente da Câmara Municipal de Silves fará tudo para impedir a colocação dos postes de alta tensão em Vale Fuzeiros.
3.A mentira compensa! Publique-se uma entrevista no Algarve Resident.

Melhor que isto só mesmo na República das Bananas! O que me incomada é fazerem de MIM parva ... Deve haver justificações mas com estas técnicas ! PORRA não gosto que partam do princípio que sou estúpida.


De ANTONIO CARNEIRO JACINTO a 28 de Abril de 2007 às 12:11
Já depois de escrito este Post leio no Diário de Notícias de hoje que “a presidente da Câmara de Silves, Isabel Soares, disse não ter havido qualquer reclamação da população; neste processo, a autarquia fez o que pôde de acordo com a informação que tinha; houve um diálogo permanente entre os nossos técnicos e os da REN; mas a dimensão de 15000 a que era dada a informação, não dava para detectar alguns pormenores”, frisou.
Ao Resident mente. Confrontada com os jornalistas espalha-se e reconhece que a Câmara Municipal sempre esteve a par de tudo.


De Anónimo a 28 de Abril de 2007 às 13:08
Li e reli a entrevista da Senhora Presidente.

Conheço a fraude que tem sido a má gestão da Senhora Presidente e seu cortejo de incompetentes, à frente dos destinos da nossa Autarquia.

Pensava , apesar de tudo, que alguma honestidade e algum pudor pudessem, em qualquer momento, deixar .transparecer um mínimo de dignidade, porém, o que constato é a continuidade de uma actuação suja, ridícula e digna do maior desprezo.

Silvenses, é preciso não baixar os braços.

Como é que ainda existe o desplante para uma nova recandidatura?

A Escritora ANAIS NIN disse:

"Na origem das mentiras está a imagem idealizada que temos de nós próprios, a qual desejamos impor aos outros."

Será o que se passa com a Senhora Presidente?

Dr Carneiro Jacinto, que não lhe falte o ânimo e a coragem para levar a bom termo a tarefa a que meteu ombros.
.
Lembre-se do que disse MARTIN LUTHER KING:
"Mesmo as noites totalmente sem estrelas podem anunciar a aurora de uma grande realização".

Bem haja pelo seu projecto.

Os meus cumprimentos.
Lince de Silves


De Anónimo a 28 de Abril de 2007 às 13:17
Tenho vindo a acompanhar com alguma curiosidade este folhetim de Vale Fuzeiros e chego à seguinte conclusão.
Isabel Soares, como é seu hábito, quando um assunto não lhe traz a curto ou médio prazo qualquer benefício político ou económico, a si ou aos seus correligionários, não se interessa e desvaloriza a importância do mesmo; e, quando viu Carneiro Jacinto interessar-se pela situação, interceder para tentar ainda remediar o mal já feito, resultante da inacção da Câmara, e os jornais nacionais começarem a dar destaque ao assunto, aparece …a tentar lavar ainda lavar a sua cara, com os métodos habituais e que lhe têm garantido manter junto da opinião pública uma imagem que hoje já poucos aceitam.
Carneiro Jacinto, desempenhando o seu papel de candidato e “soprado” por algum dos habitantes de Vale Fuzeiros (provavelmente vendo nele uma tábua de salvação para tratar do assunto que a Câmara tinha gerido mal), fez contactos com pessoas conhecidas da REN, que segundo ele, iriam reavaliar a situação e verem o que ainda podiam fazer.
Os habitantes de Vale Fuzeiros naturalmente desesperados fazem as suas manifestações; Isabel Soares mete os pés pelas mãos e diz agora uma coisa e amanhã outra; Carneiro Jacinto aguarda esperançado que o seu amigo Penedos ainda possa fazer alguma coisa.
A todos nós, os silvenses, os Joaquins Santos, a senhora que muito bem escreve e que faz um comentário extraordinário e todos os demais e, principalmente aos de Vale Fuzeiros, resta-nos a esperança de que tudo acabe a contento de todos, pela boa vontade e possibilidade da REN dar ainda alguma volta a este imbróglio e se fôr por apelo de Carneiro Jacinto desde já um bem haja pela sua acção.


De Anónimo a 28 de Abril de 2007 às 15:05
Caro Carneiro Jacinto

Sobre a entrevista, vindo de quem vem, vale o que vale, isto é, nada porque do nada nada surge.

Sobre a publicação no blog, parabéns e força. Faça seu o lema de La Passionária: Antes morrer de pé que viver de joelhos.

Helder Patrão


De Vizir a 28 de Abril de 2007 às 15:11
Sr. CJ deduzo da leitura do seu post que o Sr. Carlos Sequeira recorreu da pena que lhe aplicaram. É mesmo verdade que recorreu?
E o Sr.Vicor Rocha não recorreu? Agradecia a informação.
Continue na sua campanha. Acabemos com esta farsa que se vive na cidade de Silves. Terminemos esta história interminável.
Bons exitos.


De António Carneiro Jacinto a 28 de Abril de 2007 às 18:26
O dr.Carlos Sequeura entregará o seu recurso dentro do prazo legal, isto é até ao final de Maio( por erro escrevi noutro local que seria até ao final de Abril) e apresenta-se segunda feira ao serviço.Quanto a Vitor Rocha nada sei.


De Joao a 28 de Abril de 2007 às 19:11
Será que o staff da Drª não é escolhido por si a dedo?
Será que o seu staff não é composto pelos seus afilhados e familiares da sua equipa ?
As pastilhas é que são mastigadas enquanto têm sabor, depois . . . deitamos fora. RUA.
Drº Carneiro tenha FÈ e força para continuar nesta longa caminhada, o povo passo a passo irá reconhecer o bem do mal.
Já agora o que diz das 1001 iniciativas do 25 Abril e do 1º Maio pelo nosso concelho?



Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

NOVO BLOGUE

COMPROMISSO DE HONRA

SOBRE AS FEIRAS MEDIEVAIS...

MAIS UMA HISTÓRIA INTERMI...

TRÊS REFLEXÕES EM TEMPO D...

SÃO MARCOS DA SERRA - UM ...

UMA ENORME TRISTEZA ...II

UMA ENORME TRISTEZA ...

DE COMO SE "PERDEM" MILHÕ...

O QUE É PRECISO PARA GANH...

arquivos

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

links
VISITANTES
Relógio
Fazer olhinhos
blogs SAPO