António Carneiro Jacinto
Quarta-feira, 4 de Julho de 2007
SÃO MARCOS DA SERRA - UM JANTAR DE AMIGOS DA ALDEIA

São Marcos da Serra.

 

Um jantar de amigos da aldeia

Sábado 30 de  Junho de 2007 – 20h30

 

A calma aldeia de São Marcos espera-me com a sua hospitalidade. Local onde se  respira  um outro Algarve, calmo, simpático, afável e, como as suas gentes, simples e  honestas.

Sentámo-nos à mesa e foi aí que ouvi a opinião dos que querem discutir o melhor para a freguesia, livres de medos,  de preconceitos, de cores políticas, apenas com um objectivo  consensual para todos -   São Marcos da Serra - e os seus Habitantes

 

Chegámos à conclusão que São Marcos é uma aldeia única, com características sociais muito próprias que deverão ser respeitadas pela sua integridade e genuinidade.

Discutimos algumas prioridades para S. Marcos da Serra, para colmatar as necessidades básicas das suas gentes.

Falámos dos novos projectos os quais, de uma forma ou de outra, englobarão São Marcos da Serra.

Discutimos o plano  hidrológico Odelouca – Funcho – Arade, e os pontos positivos do  projecto, a trazer para a aldeia.

Discutímos também a arborização das zonas afectadas pelo  último incêndio que devastou a Serra de Silves.

Falámos ainda, das negociações que deveriam ter sido realizadas com a REFER, quando da modernização da linha-férrea. A passagem que ali foi construída, veio a limitar ainda mais os acessos à aldeia, e é inadmissível que para o desenvolvimento de uns, se coloque outros em situações mais retrógradas do que aquelas que já possuíam.

Dissertámos sobre as necessidades culturais, sociais e humanas dos que ainda não deixaram a aldeia e algumas formas de os fixar.

Como referi acima, São Marcos da Serra é uma aldeia única, que exige o esforço de todos nós -  e friso de todos nós, como cidadãos . Peço que deixemos de lado as divergências politicas e sociais e que reunamos esforços, para  em conjunto,  lançarmos as mãos a uma obra  deveras difícil que é São Marcos da Serra , para que consigamos colocar  a nossa Aldeia  e os seus  habitantes no mapa da dignidade das aldeias serranas.

Senti, em  alguns dos presentes, a sensação de esquecimento por parte dos seus  representantes  concelhios. 

 Não podemos fugir à verdade: São Marcos da Serra é um caso grave de uma aldeia em vias de abandono, onde a sua população, envelhecida e activa, merece o nosso respeito,    a nossa seriedade e a nossa solidariedade.

 

Peço-vos que pensemos não o MAIS , mas o MELHOR  para São Marcos  da Serra.

Uma verdadeira maravilha serrana.



publicado por António Carneiro Jacinto às 13:51
link do post | comentar | favorito
|

14 comentários:
De D. JUJU a 9 de Julho de 2007 às 18:10
Fiquei com imensa pena de não participar no jantar de S. Marcos, mas ficará para uma próxima, quem sabe aqui em Silves. Mas pelo que me disseram imensa gente fez parte do jantar, pelo que fico contente! Não se esqueça, chegar a uma terra pequena e contar com tanta gente no jantar, é um bom começo! Força CJ! Um abraço,


De Paulo Silva a 10 de Julho de 2007 às 13:56
Cara D. JUJU

Não sei se usa o "imensa gente" com ironia ou se foi apenas mal informada. De facto fomos bem poucos a comparecer, apesar da grande lista de confirmações que tinha. Na última da hora começaram a surgir os "impeditivos" do costume: a mãezinha que adoeceu, o carro que avariou, a despedida de solteiro do melhor amigo, a namorada que não se sentia bem e... a melhor e mais honesta de todas: "-Sabes Paulo, eu gostava de ir mas ligaram-me ontem a dizer que isso não era nada bom para o meu emprego! Desculpa amigo mas tenho um filho e isto está difícil."

Um verdadeiro clima de “terror e medo” assola este concelho. Razão tinha o CITADOR quando falava no “polvo” e eu não o ouvi.

Em suma fomos poucos, comemos bem, tivemos uma agradável conversa, totalmente apartidária, falamos de São Marcos e conseguimos vislumbrar algumas saídas para o marasmo da freguesia. Quanto aos que não foram, paciência... juntar-se-ão a nós quando for seguro... e há-de sê-lo em breve.


De Al_muthamid a 11 de Julho de 2007 às 12:51
"-Sabes Paulo, eu gostava de ir mas ligaram-me ontem a dizer que isso não era nada bom para o meu emprego! Desculpa amigo mas tenho um filho e isto está difícil."


Será possivel o nosso querido concelho ter chegado a este estado de perda de liberdade e de livre opinião?


De Gabriela Rocha Martins a 11 de Julho de 2007 às 17:05
nas minhas deambulações diárias ,acabei por verificar que o nosso País ,cinzentão e pobre ,necessita ,de quando em vez ,de uns safanões dados à maneira .depois de correr as estradas cibernáuticas ,cheguei à conclusão que um dos blogues ( a seguir aos meus ,claro!!!! ehehehehe ) que merece as mesmas distinções ,era este .por isso ,aqui ficam as recomendações do Calígula .... e já agora ... não fiques aborrecido comigo


De SILVENSE ATENTO a 11 de Julho de 2007 às 18:33
Caros Munícipes em geral e caro Joaquim Santos em particular

NEM A PIDE FAZIA MELHOR


Chegou há pouco ao meu conhecimento que hoje, dia 11 de Julho de 2007
(quando faltam 10 dias para o tal dia 21), o senhor!!!?.?.?.!!! vereador Domingos Garcia, deu mais uma prova da sua dignidade e do seu carácter!,
a saber:
Telefonou à sua Chefe de Divisão, que está em casa de baixa por causa do filho, para que a mesma telefonasse a um Engº. da mesma divisão para proibi-lo de falar, durante as horas de serviço, com um funcionário da autarquia que ELES consideram persona non grata.
Ainda a esposa desse símbolo de dignidade tem o descaramento de se lamentar (ou justificar?!!..) perante os amigos, que “ELA arranjou os enredos e nós fomos tapando e agora sobra para nós”.
Qual é o carácter de uma pessoa que diz que não votaria no castigo de qualquer funcionário e na hora da verdade deu o dito por não dito?.

É esta gente que anda a criticar o caso do professor Charrua.
É esta gente que anda a criticar o caso da directora do SAP lá do norte.




De Joaquim Santos a 12 de Julho de 2007 às 02:39
Exº Senhor SILVENSE ATENTO

Quando falei a cerca do Srº Vereador Domingos Garcia foi baseado na atitude que assisti numa Assembleia Municipal.
Se ele tomou essa atitude, conforme relata, é de um baixo nível inqualificável. Mas é sempre bom ir sabendo dessas coisas, são situações que se passa no interior dos serviços camarários e que ninguém tem ou não deve ter acesso!!!
No caso da esposa do Srº Vereador, pois quem conhece a Srª sabe da sua personalidade, qualidades e defeitos. Penso que não merece qualquer comentário.

Mas não se preocupe caro Srº SILVENSE ATENTO, que todos temos telhados de vidros e nunca devemos atirar pedras ao ar.

Já agora o que vai acontecer no dia 21?
com os melhores cumprimentos
Joaquim Santos


De André Neves Bento a 13 de Julho de 2007 às 13:14
Minha querida Gabriela, fiquei curioso por visitar o blogue http://caligula-caesar.blogspot.com/ mas ou o link não está correcto ou está o site temporariamente inacessível. Tentarei acede-lo em outra altura. Forte abraço, André


De Joao a 12 de Julho de 2007 às 23:53
Olá.
Calma, primeiro criticaram o filho, depois os sobrinhos, depois a mulher do filho, depois a namorada de um dos sobrinhos, agora só faltava aesposa.
Se a 1º dama fosse trabalhar para o mesmo local do seu marido, estilo relações publicas, secretaria, etc, poderia-se criticar, agora deixe-se de coisas senhor Silvense Atento e pense que nem todos têm uma mulher sempre a seu lado e a defende-lo na praça publica.
Há homens que as mulheres têm vergonha deles . . .


De Alguem a 18 de Julho de 2007 às 10:52
Pronto Sr. João, esqueceu-se da nora! Erro grave! Cuidado que é a maior vibora da CMS...............corrija o comentário senão leva picada.


De Al_muthamid a 18 de Julho de 2007 às 12:58
Caro Alguem.

Normalmente as mulheres (esposas) dos filhos, são apelidadas de noras em relação aos pais do marido. (Foi só um reparo).
Um bem haja.


De Alguem a 20 de Julho de 2007 às 10:09
Caro Al_muthamid
nao se enganou no destinatário?


De Al_muthamid a 20 de Julho de 2007 às 13:19
Caro Alguem, como pode constatar, não me enganei no destinatário.


De Joao a 12 de Julho de 2007 às 23:53
Olá.
Calma, primeiro criticaram o filho, depois os sobrinhos, depois a mulher do filho, depois a namorada de um dos sobrinhos, agora só faltava aesposa.................

De Alguem a 18 de Julho de 2007 às 10:52
Pronto Sr. João, esqueceu-se da nora!


De laranja-azeda a 19 de Julho de 2007 às 01:07
Boa noite, a maioria destes comentários ao post estam para o mesmo, como o museu de azeite para S.Marcos.Haja paciência e tino.


De Marcio Alexandre a 20 de Setembro de 2007 às 12:07
1º Concurso de Artes - São Marcos da Serra
Promovido pelo Palácio do Trigo Club, aberto a todos os artistas de diferentes modalidades.
Informações:
www.palaciodotrigoclub.tripod.com


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

NOVO BLOGUE

COMPROMISSO DE HONRA

SOBRE AS FEIRAS MEDIEVAIS...

MAIS UMA HISTÓRIA INTERMI...

TRÊS REFLEXÕES EM TEMPO D...

SÃO MARCOS DA SERRA - UM ...

UMA ENORME TRISTEZA ...II

UMA ENORME TRISTEZA ...

DE COMO SE "PERDEM" MILHÕ...

O QUE É PRECISO PARA GANH...

arquivos

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

links
VISITANTES
Relógio
Fazer olhinhos
blogs SAPO