António Carneiro Jacinto
Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2006
O POSTAL DE NATAL

Já sabemos todos que Isabel Soares é mestre na arte de representação. Só que, antes de conceber estes artifícios de marketing devia pensar que isto custa dinheiro e não é de coisas destas que vivem as pessoas.

O postal que me levou a escrever estas palavras recebi-o na caixa do correio, assim como a maioria dos Silvenses; para além de tudo o mais, confesso que estou deveras preocupado.

No verso, diz que a história de Silves é interminável…, mas não esclarece se é a história que desde Julho passado anda na boca do povo e que tem feito manchete nos jornais, ou se será outra ainda mais caricata.

Na frente do mesmo postal e como podem constatar, roga ao Natal que ilumine a SUA história. Será que em toda esta história existe, por (des)ventura, alguma coisa tão escura, que necessite de uma Luz Suprema como a que o Natal irradia, para iluminar a trapalhada que arranjaram?.

Ou estará Isabel Soares a dar algum recado ao Vereador Domingos Garcia, por ter dito em plena Assembleia Municipal, que um dia faria a História da história?!!!.

O Natal não pode nem deve servir para isto drª Isabel Soares.



publicado por António Carneiro Jacinto às 23:56
link do post | comentar | favorito
|

12 comentários:
De cn a 15 de Dezembro de 2006 às 19:04
Se mal me engano mas esse postal é o mesmo que foi enviado no ano passado.
Se foi, podemos interpretar das mais variadíssimas formas:
- Se somos pessoas bem intencionadas podemos comentar ” a Câmara lembrou se dos silvenses, nesta época festiva” se formos poupados acrescentamos “aproveitando os restos do ano passado”
Mas se quisermos ser pessoas más podemos comentar “ a Câmara com dificuldades financeiras e a enviar Boas Festas” e se formos sarcásticos podemos acrescentar ainda “ para adoçar a boca aos Silvenses “
Claro que depois há os mais variados comentários consoante a disposição e aquilo que se sente pelo executivo.
Por isso é simples faça a Presidente bem ou mal tem sempre critica.
Se os Postais enviados são novos, pois as criticas continuam mas podem ser ligeiramente diferentes
Agora era bom dizer se o Srº Carneiro Jacinto, enviava postal ?
Quanto a mim e em relação ao postal de Natal apenas digo “Obrigado, e um Feliz Natal”


De maria gabriela martins a 18 de Dezembro de 2006 às 17:28
pois eu ,para além de munícipe sou funcionária camarária e ,possivelmente ,não devo ter direito nem à minha história nem a fazer parte da história de Silves ... além disso e ,possivelmente ,não devo ser merecedora de Boas Festas porque ...

... devo ter sido das poucas pessoas deste Concelho a não receber o postal de Natal da Srª Presidente


De Manuel Ramos a 19 de Dezembro de 2006 às 15:11
Deixe lá Gabriela, o problema não é seu! Eu também não recebi e, por certo, não seria por falta de endereço postal (até recebo algumas coisas em triplicado, e em correio azul!). Curioso seria, houvesse pachorra e tempo para tais trabalhos investigatórios, perceber quem foram os felizes contemplados. Seriam os crentes, os não crentes, ou os descrentes?...


De José Paulo de Sousa a 20 de Dezembro de 2006 às 16:00
eu recebi.
por isso deve ter sido falha dos ctt seus maldizentes


De Manuel Ramos a 21 de Dezembro de 2006 às 01:26
Você recebeu porque, e apesar de tudo, ainda é crente ou para que não fique de todo descrente, só por isso.


De José Paulo de Sousa a 21 de Dezembro de 2006 às 08:59
Dr. ramos você , não tem mesmo espírito natalício ... :)
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Dr. ramos você , não tem mesmo espírito natalício ... :) <BR class=incorrect name="incorrect" <a>ha</A> não lhe disse foi tudo , nem a si nem à Gabriela , não foi em casa foi no escritório e não vinha endereçado nem dentro de carta, tipo aquelas cenas que os CTT fazem de distribuir uns milhares de coisas sem endereço, ... isso tem um nome, mas não me recordo!


De josé meireles a 21 de Dezembro de 2006 às 00:37
Para que conste, eu também não fui merecedor do postal de boas festas da Srª presidente. Mas também não fico com pena e não tenho o dever de lhe retribuir.


De Pai Natal a 21 de Dezembro de 2006 às 15:47
Eu também não tinha nada na caixa do correio. Até já pensei se não foram as minhas renas que comeram o postal! É que apanhei foi um par de beijos durante a campanha, de que não me vou esquecer! Bateram-me à porta para mos dar!


De Pai Natal a 21 de Dezembro de 2006 às 16:20
Esqueci-me (coisas de velho!) de dizer que sou um não crente e que o par de beijos não surtiu o efeito desejado.
E já agora: desci por uma chaminé, encontrei um retrato meu e pensei: mas isto sou eu? Já não há respeito pelas barbas de um pobre velho!


De josé meireles a 21 de Dezembro de 2006 às 18:09
Olha! Até o pai natal se deixou enganar ... ah! ah! ah!...

Querias mais, não? ... vai buscarrrr.


De Pai Natal a 23 de Dezembro de 2006 às 01:47
Ai este jovem Meireles! Foi isso o que eu disse? Se não me fiz entender ou é por já estar gá-gá, ou da diferença de fusos horários, porque da Lapónia até aqui... E olhe, para ver o que vi, mais valia não ter vindo! Se isto continua, para o ano deixo os silvenses sem prendas!


De Pai Natal a 24 de Dezembro de 2006 às 13:46
A minha mensagem hoje é especial, como não podia deixar de ser. Tenho o trenó a abarrotar, as renas, impacientes, à espera, não me posso alongar. Mesmo assim, quero deixar todo o meu carinho para as crianças ingénuas que ainda acreditam em mim, para as que já não acreditm, mas gostam dos meus presentes, para as que não podem recebê-los!, e especialmente para os adultos que lá para os idos de Dezembro, e outros (todos já fomos crianças um dia!) recomeçam a acreditar! BOM NATAL A TODOS!


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

NOVO BLOGUE

COMPROMISSO DE HONRA

SOBRE AS FEIRAS MEDIEVAIS...

MAIS UMA HISTÓRIA INTERMI...

TRÊS REFLEXÕES EM TEMPO D...

SÃO MARCOS DA SERRA - UM ...

UMA ENORME TRISTEZA ...II

UMA ENORME TRISTEZA ...

DE COMO SE "PERDEM" MILHÕ...

O QUE É PRECISO PARA GANH...

arquivos

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

links
VISITANTES
Relógio
Fazer olhinhos
blogs SAPO