António Carneiro Jacinto
Sexta-feira, 22 de Dezembro de 2006
É NATAL , É NATAL...

Tenho acompanhado divertidíssimo a esta troca de galhardetes sobre o postal de Natal. Chegou a altura de também eu desejar a todos um Bom Natal. Com ou sem postal da senhora Isabel Soares desejo-vos que o façam em paz com as vossas consciências e que agora, mais do que nunca, se lembrem daqueles que nada têm, antes de comprarem mais um presente. Também vos desejo um Bom Ano Novo, um 2007 que nos traga sobretudo, boas noticias em relação à actual maioria camarária…

Pela minha parte continuarei, passo a passo, de forma segura, determinada, não demagógica, a pôr de pé o meu projecto. Uma estratégia clara, sem ambiguidades e muito firme na critica a todas as decisões do actual executivo camarário lesivas dos interesses do concelho de Silves e que ponham em causa o seu futuro.

 O que hoje está em causa é isso mesmo o futuro. O futuro que se constrói no dia a dia e que não podemos deixar seja posto em causa pela indiferença, alheamento ou o velho principio do… “quanto pior melhor”!!!.

Uma palavra para todos aqueles que me têm acompanhado com os seus comentários e desabafos, particularmente o meu “admirador”, o senhor José Meireles .



publicado por António Carneiro Jacinto às 17:36
link do post | comentar | favorito
|

11 comentários:
De Névoa a 23 de Dezembro de 2006 às 00:41
"Quem tem Meireles, cuide deles"


De o silvense a 23 de Dezembro de 2006 às 01:53
Caro Carneiro Jacinto

É curioso como fala do futuro e só do futuro. Já esqueceu o passado? Ou da outra vez a Dra. Isabel Soares ainda só estava a acabar o primeiro mandato. Será que o concelho de Silves necessita de uma pessoa interesseira capaz de tudo para obter o seu proveito? Penso que já estamos servidos. A actua presidente já faz esse papel.
E o senhor, o que é que anda à procura? Um lugar em Barcelona, como à 5 anos? Um apenas um emprego qualquer para não atrapalhar?
Estou certo que o Concelho de Silves necessita de mudança, mas mais certo de que não precisa de um narcisista para presidente.
Estamos mal, mas Silves tem honra e dentro das suas gentes encontrará uma alternativa democrática à actual vergonha.
Não precisamos de chicos espertos nascidos em Lisboa e vividos em Faro, que nunca pensaram em Silves, para defender os nossos interesses.
Que o ano de 2007 traga soluções democráticas e partilhadas, porque para salvadores já nos chega a Belinha .

Um 2007 em Grande para Silves.


De Outro silvense a 23 de Dezembro de 2006 às 02:01
Estou um pouco confuso... ouvi já uma conversa parecida a esta, não me lembro onde... estão a falar das Bolachas Belinha?


De Fernando de Sousa a 23 de Dezembro de 2006 às 23:58
Resposta ao 1º Silvense:

Críssimo senhor! Fz o sr Carneiro Jacinto muito bem em falar de futuro ,e se ele é "chico esperto" ,ora ainda bem que o é e que agora resolveu apresentar a sua candidatura à Câmara de Silves, Porque ,utilizando, palavras suas, parece que afinal chicos muito, pouco ou nada espertos não só não há como deixou de haver de algum tempo a esta parte em Silves, porque se os houvesse já tinham limpado a Câmara à Drª Isabel Soares. Não só o não fizeram como ainda por cima lhe deram maioria reforçada nas últimas eleições. Se calhar o amigo silvense foi um deles...
pois é!
Ainda bem que apesar de ter nascido em Lisboa ( parece que o meu amigo está muito bem informado ) e vivido em Faro ( olhe esses pormenores todos não sabia e acho que são muito pouco importantes para o futuro presidente da Câmara de Silves ) há quem ache que é altura de ajudar a tirar Silves do lamaçal em que está à custa de tantos chicos espertos que por tanto se preocuparem com o passado ainda não perceberam que o futuro é que conta

O Passado dos Chicos Espertos ou Não Espertos já era, meu Amigo. É tempo de Silves e as suas gentes olharem para a frente e deixarem-se de baixa política. é por causa desta politiquice é que Silves não sai do atoleiro em que caiu


De Silvense a 24 de Dezembro de 2006 às 00:46
O Senhor conhece a gente que apoia este senhor? Informe-se e talvez veja que afinal é mais do mesmo. Estão todos a tentar tirar vantagem. Talvez o senhor Fernando também esteja a ver que parte do bolo lhe cabe.


De ANTÓNIO CARNEIRO JACINTO a 24 de Dezembro de 2006 às 11:30
Sei muito bem quem são as pessoas que de uma forma completamente desinteressada e amiga me
têm ajudado desde que decidi anunciar a minha candidatura à Câmara Municipal de Silves. Tenho total confiança nelas e até orgulho na sua coragem e de poder contar com o seu apoio e ajuda. E essa de ser mais do mesmo só acredita quem quiser. Garanto-lhe meu caro amigo, não será " um albuergue espanhol".


De Outro silvense a 24 de Dezembro de 2006 às 01:27
Se lhe calhar a parte da fava, ainda se engasga! Mas depois dão-lhe umas boas palmadas nas costas! Veja lá se quando a fava saltar ainda atinge a Belinha!


De jose meireles a 1 de Janeiro de 2007 às 21:57
não percebo silves tem muitos silvenses como nome, que qualquer dia não se sabe quem é quem. Salienta-se o "Silvense" e "Outro Silvense" e "ainda outro Silvense". Isto cheira-me sem dúvida a gente do partido I.S, não é Institudo de Socorros. Talvez seja melhor dizer Isabel Soares para aqueles que não saibam identificar o I.S. E diria mais. Isto mais uma vez deve ter a ver com o medo das reprezálias; o medo de ficar na prateleira como muitos já ficaram, mas continuam com medo. Medo tinhamos nós no tempo da ditadura facista, que nem sequer podíamos confiar num amigo, porque podia ser Bufo. Lembram-se desses tempos? Pois parece que se instalou em Silves, mas oxalá não seja por muito tempo.O Meireles é livre e não está preso a qualquer partido, por isso ninguém tem de cuidar do meireles.
Já agora gostaria de apesar de tudo, agradecer o desempenho do Sr. jornalista Carneiro Jacinto, na procura da verdade e é natural que esteja a conseguir informação que lhe permite estar a par de tudo o que se passa na Câmara. Lembram-se da série televisiva "Os infiltrados".


De ANONIMO a 1 de Janeiro de 2007 às 23:54
Senhor Meireles, os correligionários de Isabel Soares são mais do que voc~e possa imaginar; repare na votação, até os comunistas votaram nela. saiba também que o MEDO das represálias não é só na Câmara, se tiver pachorra um dia lhe explico tudo neste Blogue. Então não vê então não sabe que o concelho sobrevive... vive á custa de votar ou não na Belinha? Não v~e que ela comprou tudo e todos com o dinheiro que a Câmara agora está a dever?
Bufos há mais agora que no tempo da outra senhora ou senhores, que conheci muito bem. Nesse tempo sabia-se quem era o inimigo e agora não.
ao senhor Carneiro Jacinto faltam-lhe pessoas para o apoiar nessa procura da verdade o que vai ser muito difícil, pois estão todos comprados e aqueles que não estão têm MEDO MEDO MEDO MEDO e isto é uma vergonha para todos os Silvenses.


De jose meireles a 2 de Janeiro de 2007 às 22:35
Tem razão Sr. Anónimo. É uma vergonha para todos os Silvenses. Sem o querer ofender, porque não é esse o meu pensamento e nem quero, mas interrogo-me, porque se apresenta como anónimo? Também tem medo? ou tem algum familiar que pode sofrer represálias? não é uma constatação mas sim uma pergunta. Eu sei que as represálias se manifestam em várias vertentes, mas também sei que não foram os comunistas a votar nela. Talvez antigos simpatizantes ou os falsos comunistas que se encostam ao sabor dos ventos. Mas não se esqueça do eleitorado flutuante que deixou de votar no PS aquando do António Guerreiro, para votar em Francisco Martins. E aí quase, quase que Francisco Martins ganhava. Mas o destino assim não quis e quando foi das últimas eleições com a Drª Lisete em cabeça de cartaz foi o desaire total, a favor de I.S.Até breve


De Prateleiras, Medos e Bufos a 3 de Janeiro de 2007 às 00:33
Prateleiras, medos, bufos e chapéus, há muitos, colegas anónimos...
As prateleiras podem ter diferentes origens, bem como diferentes podem ser os materiais de que são feitas e respectivos conteúdos: há-as vazias; com bonitas lombadas, decorando o ambiente; ou de capas normais, mas com conteúdo mais útil.
Os medos também podem ser diversos: receios, medos, grandes medos, pavores, horrores, pesadelos... alguns dos últimos têm andado por aqui, acoli, acolá, umas vezes com atoardas, outras disfarçados de valentia, ou a tentar apalpar terreno, com receio de ver chegada a hora do seu ajuste de contas...
Bufos, é melhor nem falar: há os conhecidos, os descohecidos, os bem e mal cheirosos, agora até há uma nova espécie, a dos "desinteressados"... Os que apontam coisas há anos para o que der e vier (não sei é se é mais para o der do que para o vier...).
Chapéus, também há muitos... são como os carapuços: cada um enfia o que melhor lhe serve ou lhe fica... e por aqui me fico... parafraseando alguém...


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

NOVO BLOGUE

COMPROMISSO DE HONRA

SOBRE AS FEIRAS MEDIEVAIS...

MAIS UMA HISTÓRIA INTERMI...

TRÊS REFLEXÕES EM TEMPO D...

SÃO MARCOS DA SERRA - UM ...

UMA ENORME TRISTEZA ...II

UMA ENORME TRISTEZA ...

DE COMO SE "PERDEM" MILHÕ...

O QUE É PRECISO PARA GANH...

arquivos

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

links
VISITANTES
Relógio
Fazer olhinhos
blogs SAPO