António Carneiro Jacinto
Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2007
REFLEXÃO SOBRE ESTE BLOGUE

Antes de tudo, deixem-me compartilhar convosco a minha grande alegria do dia: o meu neto já anda…Curiosamente na génese dos blogues, uma criação americana, era deste tipo de coisas que se falava. Mas as coisas evoluíram e hoje os blogues não são mais um meio de comunicar entre as pessoas e assumem perspectivas completamente diversas.

A utilização dos blogues nas campanhas politicas é relativamente recente e no caso português atinge, por enquanto, apenas uma minoria.

O meu blogue é um blogue político. Nasceu em 4 de Dezembro, dia em que anunciei a minha candidatura à presidência da Câmara Municipal de Silves. Não sendo um especialista nesta matéria, ao contrário, por exemplo, do dr. Manuel Ramos, e sabendo, oficialmente, do escassíssimo número de utilizadores da Internet no concelho de Silves, fi-lo por entender que esta seria uma forma moderna e de futuro de comunicar com aqueles que têm a possibilidade de trabalhar com esta tecnologia.

Fi-lo também para tentar perceber qual o perfil, cultura politica e forma de pensar dos cibernautas do concelho de Silves.

O comentário de Teresa Silva, e outros, muito crítico relativamente ao conteúdo do meu blogue impôs-me esta reflexão. Chapeau Teresa Silva seja ela homem ou mulher.

Quero dizer-vos antes de mais que tenho aprendido muito, oh se tenho!…

A primeira conclusão a que cheguei foi a de que fiz bem em criar este blogue. Só o que está publicado e foi distribuído aos órgãos de comunicação social corresponde a dezassete folhas A 4, onde há vastíssima matéria para análise e reflexão. Esse importante ponto de partida - que enformou todos os restantes posts por mim publicados  até hoje - nunca foi devidamente avaliado, comentado ou criticado e isso foi uma coisa que me preocupou desde o início.

Espero que compreendam que, neste aspecto em particular, se não houve “ uma única discussão de ideias”, a responsabilidade não foi minha. Como também não é “ o modo de fazer politica”.

Não sou pretensioso, nem vaidoso ao ponto de me arvorar em educador seja de quem fôr, mal andaria, aliás, se o pretendesse. As pessoas, os políticos são o que são e é dessa forma que os devemos considerar. Se a maioria daqueles que comentam o meu blogue o fazem de uma forma que não agrada a outros, não me cabe a mim contestá-los ou criticá-los.

O balanço que faço destes 48 dias do blogue Servir Silves não é totalmente satisfatório, mas não deixa de conter virtualidades. Depois do meu surgiu a Cidadania de Armação de Pêra, o Penedo Grande, de Paulo Silva entrou em marcha contínua e mais recentemente o Janela com Reflexos II. Mas, repito, não estou satisfeito.

Agora, há uma questão que para mim é absolutamente fundamental, não fosse eu jornalista profissional: a liberdade de expressão na blogosfera, ainda hoje largamente discutida numa importante conferência internacional. Esta questão é essencial porque é na resposta aos problemas que nos coloca que teremos que encontrar resposta para algumas das críticas que me são feitas.

Isto é: uma coisa é aquilo que eu escrevo que deve ser comentado, criticado, gozado e até achincalhado; outra coisa,  totalmente distinta, são os comentários dos que visitam este blogue. Ora eu fiz o blogue para que as pessoas me conhecessem melhor, soubessem o que penso e quais são as minhas prioridades eleitorais. Neste aspecto é que devo ser escrutinado.

Agora, uma coisa é certa, esta é a terceira vez que me insurjo contra o “ diz-se, diz-se”, as brincadeiras sem interesse, as criticas a terceiros e que peço para que prevaleça “ o nível da discussão de ideias e de princípios”. Que fique esclarecido de uma vez por todas: não vou censurar ninguém, porque disso tive que me bastasse nos primeiros anos como jornalista. Teresa Silva quer-me no papel de censor - não o serei .Também é certo que o  folclore dos últimos dias não se vai repetir, pois todos os que lerem este texto não deixarão de perceber a minha mensagem.

Não se depreenda daqui que vou “ moderar” seja o que for, ou pôr um “travão” à participação seja de quem for.

Repito, mais uma vez, o que escrevi em 19 de Janeiro:” uma vez que não querem que eu conte o que sei que se vai passando nos bastidores da Câmara e eu não quero falar, por enquanto, nas minhas propostas eleitorais, agradeço que tomem a iniciativa do debate”. Acrescento agora: façam-me perguntas sobre tudo o que quiserem.

Uma última nota para que tudo fique claro: o blogue é o que é, terá o seu tempo e a sua função; mas a minha campanha eleitoral vai fazer-se com as pessoas, ouvindo as pessoas, no contacto pessoal, porta a porta, vivam elas onde viverem, tenham ou não Internet.

Melhores cumprimentos.         

 



publicado por António Carneiro Jacinto às 23:44
link do post | comentar | favorito
|

9 comentários:
De Paulo Silva a 23 de Janeiro de 2007 às 01:27
Caro Dr. Carneiro Jacinto

Evidentemente o anúncio da sua candidatura foi o clique para muito boa gente – eu inclusive – voltar a acreditar que era possível salvar este concelho das garras deste executivo tenebroso. Respeito quem considerar que Isabel Soares merece ser a presidente deste concelho mas discordo veementemente disso e darei o meu contributo a todos os que – com seriedade – lutem para por um ponto final neste ciclo político. Como messinense, como jovem, como adepto do desenvolvimento sustentável e da responsabilização dos políticos pelos actos de gestão que cometem não posso ficar calado sob pena de o meu filho (que faz hoje 4 meses) rejeitar quando crescer um concelho que já foi meu e da mãe e que, queria, fosse também dele.

Fiquei muito contente com o anúncio da sua candidatura. Não conheço e não discuto as suas capacidades e compreendo muitas das atitudes e palavras que tem tomado e proferido mas, sempre vou dizendo, que isso agora não interessa nada. O que interessa é que os silvenses voltaram a acordar e a olhar com olhos de ver para o concelho. Talvez isso não se reflicta aqui no blog – que presumo eu é frequentado, por muitos dos “amontoados” nos gabinetes bafientos da CMS, para passar o tempo e proteger o “tacho” – mas reflecte-se lá fora. Muitos amigos e conhecidos olham com mais optimismo para o futuro de Silves e de Messines.

Perdoe-me por voltar a insistir, e puxar a brasa à minha sardinha, mas Messines é uma freguesia que precisa de boas notícias como de pão para a boca. Sempre fomos menosprezados, ignorados e “achincalhados” pelo actual executivo. Até as promessas foram escassas e, mesmo escassas, nunca foram cumpridas.

Perdoe-me também os “problemas” que causei aqui no seu blog ao dizer – e continuo a pensar da mesma forma, importa dizê-lo – que não é o caso Viga d’Ouro que o levará ao coração do comum dos silvenses. Talvez aqui na “blogosfera” tenha público para esse tema e eu esteja enganado, mas asseguro-lhe que na rua pouca gente está preocupada com os favorecimentos e estratagemas utilizados pela presidente.

Pode contar comigo para participar - da forma mais construtiva que puder e souber – neste seu blog. Porque é importante, porque bem intencionado, porque pode fazer a diferença, porque posso e porque gosto.

Parabéns pelo seu neto… e continuação do bom trabalho.


De Paulo Silva a 23 de Janeiro de 2007 às 01:34
Perdoe-me a monopolizção do blog mas esqueci-me de deixar uma citação de que gosto particularmente:

"O verdadeiro líder é modesto no seu discurso, mas excede-se nas suas acções."
Confucio dixit


De Anónimo a 23 de Janeiro de 2007 às 14:43
o patrão falou e baixou tudo a bolinha cambada de tansos a correr atrás do tachinho


De António Carneiro Jacinto a 23 de Janeiro de 2007 às 18:27
Caro anónimo
Não percebeu nada..Não sou patrão de ninguém, até sou assalariado. Quanto a tachos não há nada para ninguém.Tachos só para fazer comida e sou mau cozinheiro.


De Caro Anónimo a 23 de Janeiro de 2007 às 19:01
e quem lhe paga o ordenado? não me diga que também vive do tachinho?


De Anónimo(mas não o tal) a 23 de Janeiro de 2007 às 22:42
É esta falta de educação que o Dr. Carneiro Jacinto deveria eliminar daqui. Mas, pensando mrlhor, aqui está "Silves no seu melhor"... Este senhor(a) anónimo é o exemplo que justifica a existência de Presidentes como esta... Enfim, é o que temos...


De Joao a 23 de Janeiro de 2007 às 22:57
Meus Senhores deixem-se de brincadeiras e vamos ao que interresa.
Centro de saúde ??????
EDP ????????
Autocarros para a Estação de Silves ????
Polis ???????
Falta de iluminação na cidade ??????
Reforço policial ( PSP ) no nosso concelho ???????
Buracos por toda a parte do concelho ??????
1º mata-se o comercio da cidade e depois faz-se uma feira de saldos ??????
Palhaçada do parque de estacionamento junto ao rio que foi inaugurado com a comitiva de apoio á Dra. Isabel Soares ?????????
Teatro Gregorio Mascarenhas ????????
Aposta no turismo rural ?????

Deveriamos saber a "historia da historia" destes temas.......
Estes é que são alguns temas para debater-mos.
ALELUIA meus amigos.



De euviumsapo a 24 de Janeiro de 2007 às 18:10
bem de sete comentários, peneirados temos 3 cometários dignos deste concelhos. o do senhor paulo silva e o que antecede este meu.
boa porque não discutir-mos a falta de rede saneamento básico, as condições das ETARS concelhias, a habitação social, os acessos São Bartolomeu de Messines / Algoz.
A Falta de incentivos à população jovem para que a mesma se fixe em São Marcos da Serra. Porque não discutirmos as Associações e Colectividades do nosso concelho e o papel que desempenham. Temas é o que nos Falta.
Agora senhores anónimos está na altura de provarem um pouco da vossa inteligente sabedoria sobre os reais problemas concelhios.

Deixo-vos a minha cadeira. Venham daí essas ideias e ideais!!!


De josé meireles a 24 de Janeiro de 2007 às 19:40
Parece-me que um blog sem participantes, deixa de ser interessante e não serve o fim a que se destina.
Parece-me pertinente que o autor perante os factos ocorridos faça uma pausa para reflexão. Corroboro com a sua atitude, para que realmente saibamos usufruir de um espaço que poderá certamente mudar os destinos do nosso Concelho, como muitos de nós queremos.
Colectividades, Associações, obras, Polis ... etc., sim! Mas sugiro que o façamos na peça seguinte que é mais propícia ao tema "O Orçamento e Armação de Pêra".
Sr. Carneiro Jacinto, obrigado por partilhar connosco a sua alegria de ver o seu neto a andar. Parabéns


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

NOVO BLOGUE

COMPROMISSO DE HONRA

SOBRE AS FEIRAS MEDIEVAIS...

MAIS UMA HISTÓRIA INTERMI...

TRÊS REFLEXÕES EM TEMPO D...

SÃO MARCOS DA SERRA - UM ...

UMA ENORME TRISTEZA ...II

UMA ENORME TRISTEZA ...

DE COMO SE "PERDEM" MILHÕ...

O QUE É PRECISO PARA GANH...

arquivos

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

links
VISITANTES
Relógio
Fazer olhinhos
blogs SAPO