António Carneiro Jacinto
Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2006
UMA VISITA AO ALGOZ

Passei um sábado magnífico na companhia de amigos e recentes apoiantes no Algoz. Como é bom sair de Silves para se sentir uma atmosfera limpa de poluição conspirativa. Ali pude falar com toda a gente, no mercado, na rua, no café, no restaurante. Até acabei por me juntar a um grupo de idosos que se dedicam à prática saudável da ginástica: e confraternizavam à mesa do restaurante: gente simples, divertida, bem disposta. Quando dei por mim já estava a dançar com a mais animada das convivas. Mas também se falou de coisas sérias e Isabel Soares deve ter ficado com as orelhas a arder...

Passeei-me pela vila. O mesmo desleixo urbanístico que se vê por todo o lado, casas a ruir, quase a ruir, cheias de vontade de ruir (pelos seus proprietários), um desordenamento arquitectónico absoluto, em contraste com a magnífica urbanização Colina Verde. Como eu adorava ver coisa parecida em Silves.

Aprendi muito no contacto com as pessoas. Já disse que é com elas que vou construir o meu projecto e o futuro do concelho. Iludam-se aqueles que pensam que as pessoas são parvas. O povo é sábio e sabe que o barco está à deriva. Até, e  sobretudo os que já votaram em Isabel Soares.

Por hoje deixo-vos com esta inocente pergunta: então e o orçamento para 2007 quando é que aparece?

António Carneiro Jacinto



publicado por António Carneiro Jacinto às 00:07
link do post | comentar | favorito

7 comentários:
De Ricardo Reis a 11 de Dezembro de 2006 às 17:53
Meu Amigo!
Também já lhe está a fugir o pé para a dança?
Tarda não tarda também o vamos ver na Foz do Ribeiro a chorar agarrado às vítimas das cheias. E agora começa o tempo delas.
Olhe que foi assim que a Presidente Isabel Soares enganou a muitos.
E pelos vistos o meu Amigo já aprendeu a lição.


De anónimo a 11 de Dezembro de 2006 às 19:22
hahahahhahahah


De António Carneiro Jacinto a 11 de Dezembro de 2006 às 22:43
Caro amigo
posso garantir-lhe que nao me irá nunca ver como um travesti de isabel soares.no que refere das inundaçoes ela chorou de vergonha por ,nove anos depois , nada ter feito para evitar a tragédia .nao conte comigo com lágrima ao canto do olho.....já ando na politica há tempo suficiente para saber o que faço,digo ou escrevo.
antónio carneiro jacinto


De Fernando de Sousa a 12 de Dezembro de 2006 às 22:11
Não se amofine nem perca tempo a responder a quem anda com falta de conversa.

Há quem tarde a abrir os olhos e há os que gostam de ser eternamente enganados, nunca os abrindo.
Mas isso é problema deles.

O pior é quando por causa da cegueira deles, temos todos de usar óculos



De josé meireles a 13 de Dezembro de 2006 às 23:35
Custuma-se dizer "que em terra de cegos, quem tem olho é Rei". É bom que estejam a aprender alguma coisa com os erros de Isabel soares. Que no fundo prometeu a si mesma vir a ser uma rainha em Silves. E de facto na inauguração do Teatro Gregório Mascarenhas, só lhe faltou o sangue azul. Não foi a tempo de uma transfusão de sangue porque as eleições estavam à porta. O gerador trabalhou umas horas e lá foram mais uns tansos votar no dia seguinte pensando que estavam votando no progresso. Agora a factura é outra e a cidade está toda em obras, mas estão paradas. Os buracos aí estão á vista. Portanto atençaõ às promessas que se fazem, porque logo no início está a cheirar um pouco a demagogia e daquela feita à maneira. Não se esqueçam daquilo que sócrates prometeu e eis agora o resultado depois das eleições.
Mais outra que soube hoje. Foi aprovado pela maioria Ps a prorrogação do congelamento de carreiras da função pública e o aumento da prestação para a ADSE. Que tal gostam?


De arade a 13 de Dezembro de 2006 às 23:43
O bailinho já começou!!!

Quantas saias terá C.J .????

Estamos na hera dos reformados, não haja dúvida!


De vizir a 3 de Janeiro de 2007 às 23:25
Vá em frente Sr. C.J.. Que não lhe doam as mãos e que não lhe pese a pena. Pode contar com as pessoas sérias e esclarecidas, que o levarão a alcançar a vitória e a expurgar a Câmara de quem já deu bastas provas de total incompetência.
Sobre a conversa de ser anónimo ou não anónimo, devo dizer a todos os que sobre isso se têm manifestado, que o anonimato não deve ser a capa que permite insultar ou enxovalhar. Pode-se intervir anonimamente sem cair em atitudes censuráveis. Conheço alguém que teve a coragem de denunciar uma situação irregular aos serviços municipais e que se viu posteriormente confrontado com um elemento do serviço visado de forma agressiva e muito pouco “dialogante”. É, portanto, quanto a mim, perfeitamente compreensível o anonimato quando exercido com respeito e moderação.
Li a sua informação sobre a visita ao Algôz. Pareceu-me algo deslumbrado com uma urbanização local. Será que ela merece mesmo esse deslumbramento? É melhor ver em pormenor e falar com quem lá vive.
Bons exitos na luta pela regeneração da CMSilves.



Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

NOVO BLOGUE

COMPROMISSO DE HONRA

SOBRE AS FEIRAS MEDIEVAIS...

MAIS UMA HISTÓRIA INTERMI...

TRÊS REFLEXÕES EM TEMPO D...

SÃO MARCOS DA SERRA - UM ...

UMA ENORME TRISTEZA ...II

UMA ENORME TRISTEZA ...

DE COMO SE "PERDEM" MILHÕ...

O QUE É PRECISO PARA GANH...

arquivos

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO